• Gabriela Rangel

𝑅𝑒𝑠𝑒𝑛𝘩𝑎 || 𝑈𝑚 𝐿𝑢𝑔𝑎𝑟 𝐵𝑒𝑚 𝐿𝑜𝑛𝑔𝑒 𝐷𝑎𝑞𝑢𝑖



Ei pessoal, tudo bem com vocês? Hoje, eu vou falar de um livro que me surpreendeu bastante e tem muitas pessoas interessadas na leitura!


Título Original: Where The Crawdads Sing

Autora: Delia Owens

Tradução: Fernanda Abreu

Páginas: 336

Gênero: Romance

Lançamento: 29/07/2019


Sinopse:

Por anos, boatos sobre Kya Clark, a “Menina do Brejo”, assombraram Barkley Cove, uma calma cidade costeira da Carolina do Norte. Ela, no entanto, não é o que todos dizem. Sensata e inteligente, Kya sobreviveu por anos sozinha no pântano que chama de lar, tendo as gaivotas como amigas e a areia como professora. Abandonada pela mãe, que não conseguiu suportar o marido abusivo e alcoólatra, e depois pelos irmãos, a menina viveu algum tempo na companhia negligente e por vezes brutal do pai, que acabou também por deixá-la. Anos depois, quando dois jovens da cidade ficam intrigados com sua beleza selvagem, Kya se permite experimentar uma nova vida — até que o impensável acontece e um deles é encontrado morto. Ao mesmo tempo uma ode à natureza, um emocionante romance de formação e uma surpreendente história de mistério, Um lugar bem longe daqui relembra que somos moldados pela criança que fomos um dia e que estamos todos sujeitos à beleza e à violência dos segredos que a natureza guarda.

Um Lugar Bem Longe Daqui mostra como Kya conseguiu sobreviver após ver a mãe e, logo depois, os irmãos e o pai partirem do barraco onde moravam no brejo, deixando-a para trás à própria sorte. Em paralelo, cerca de 10 anos à frente, narra a investigação de um possível assassinato e de como o preconceito corrobora para tornar Kya – ou a “garota do brejo”, como as pessoas da cidade a chamam – a principal suspeita do crime. O livro aborda as dificuldades da menina em se adaptar à vida em sociedade, fala de abandono, superação, desejos, pertencimento e de como a natureza foi fundamental para o seu desenvolvimento.


" Ela sente a vida pulsa, pensou, porque não há camadas entre ela e o planeta"


Bem, comecei o livro “Um lugar bem longe daqui” sem ler a sinopse e apenas com os "achismos" que temos com aquelas leituras super indicadas. Quando o livro chegou, eu já comecei a ler de cara e meu deus, começamos com um prólogo dizendo que uma pessoa está morta, o que eu pensei ? Caso de assassinato vindo aí!

No primeiro capítulo, conhecemos uma criança chamada Kya. Uma coisa que eu não tenho costume é ler livros que tenham crianças como personagem principal. Ignorei esse fato e levei, simplesmente mais de 2 semanas para acabar a primeira parte do livro. Já fiquei indignada tentando entender o porque de todos indicarem esse livro.

Na primeira parte da leitura, acompanhamos o crescimento da “menina do brejo”. Essas páginas foram um pouco mais lenta para MIM. Posso dizer que passei muita raiva e fiquei muito orgulhosa da nossa personagem.

Quando cheguei na segunda parte do livro, a minha leitura fluiu muito rápido e acabei o restante em apenas um dia! Nada menos do que incrível!

Aqui temos uma personagem guerreira e muito forte, uma família complicada e uma história que te da uma força surreal para ir atrás dos seus sonhos! Eu recomendo sim esse livro e gostaria de falar para todos que iniciaram com uma leitura arrastada, CONTINUEM é só continuar e tudo melhora.

A Kya, me ensinou muito e aposto que vai ensinar muitos de vocês também! Lembre-se de nunca julgar uma pessoa pela sua aparência, condição financeira ou escolaridade... Tenho certeza que vocês irão se surpreender com o final dessa história.

Desejo a todos uma ótima leitura e façam suas apostas... Quem já leu, pode por favor me falar se foi totalmente iludido com o julgamento igual aconteceu comigo?! Um beijo e até a próxima!


"Os rostos mudam com as agruras da vida, mas os olhos continuam sendo uma janela para o passado..."