• Gabriela Rangel

𝑅𝑒𝑠𝑒𝑛ℎ𝑎 || 𝑀𝑒𝑔 𝐴𝑛𝑗𝑜𝑢

Aqui temos uma fantasia nacional, com muita ação e aventura, que vai te prender de uma forma surreal!

*𝐥𝐢𝐯𝐫𝐨 𝐟𝐨𝐫𝐧𝐞𝐜𝐢𝐝𝐨 𝐩𝐚𝐫𝐚 𝐮𝐦𝐚 𝐫𝐞𝐬𝐞𝐧𝐡𝐚 𝐬𝐢𝐧𝐜𝐞𝐫𝐚*


Sinopse:

“A cidade foi consumida por uma violência sobre-humana, e a simples ideia de sair durante a noite cobria o rosto das pessoas com uma máscara de horror. É a noite que eles surgem. E por onde passam, levam o caos e a morte consigo. Mas foi só quando meu irmão foi sequestrado que entrei em desespero. Não pediram resgate. Não nos deram uma chance de tê-lo de volta. A angústia e a ausência que me atingiram num baque feroz logo se transformaram em coragem e loucura. Eu sentia que ele estava vivo. E tinha o pressentimento de que estava quase descobrindo algo importante, como se uma coisa dentro de mim fosse tão sobre-humana quanto aqueles que eu mais temia. Eu iria atrás do meu irmão. Mesmo que o preço dessa ousadia fosse me aproximar do meu pior inimigo.

A cidade da Megan está sendo invadida por uma gangue que gera caos e violência por onde passa. Foi por causa deles que seu irmão, Marcos, foi sequestrado e tudo o que a garota mais quer é salva-lo.


Meg decide seguir seus instintos e embarca em uma aventura para encontrá-lo. Mal sabia ela que essa busca mudaria por completo a sua vida.

 

"Às vezes, quando coisas brutais acontecem, é difícil lembrar como a vida era antes delas. Tudo muda num rompante. Como se, ao pisar em um campo minado, uma bomba acionasse as outras e o que você conhece é devorado pelas chamas."

 

Nossa personagem principal se destaca por ser forte, destemida e seguir sempre seu coração. Sério, me impressionei por ela nunca duvidar de si mesma e saber o que quer! Além disso, Megan não é nem um pouco dramática e isso foi um grande ponto positivo para mim!


Daniel e Meg foi um casal que eu apoiei em todos os momentos! Me apaixonei loucamente pelos dois, mas infelizmente eles não tiveram um grande aprofundamento! A relação em si é bem rasa e fiquei com vários questionamentos sobre a vida do personagem masculino.

Eu não me apeguei a nenhum dos personagens secundários. Pelo fato de ser um livro bem introdutório e focado totalmente nas descobertas e problemas da Meg, eles se perderam bastante. A amizade é bonita de se ver, mas eu queria entender um pouco mais do que aconteceu com o Marcos e de como a Agatha se transformou.

 

"Senti meu coração bater com uma força brutal e tempestuosa, e minha respiração desacelerada já era o suficiente. Uma sensação de poder selvagem me invadia. Permiti que ela me dominasse, inebriada pelo momento."

 

Apesar dos pequenos problemas, é uma ótima fantasia! A escrita da Carol é muito fluida. Ela consegue construir ótimas cenas de batalha, mas também sabe fazer diálogos leves que mostram o amor e a amizade entre os personagens. Algo que me chamou bastante atenção foi o fato dela ter conseguido nos inserir em todos os cenários sem ser extremamente descritiva.


Queria parabenizar a Carol pela edição impecável! A diagramação está muito boa, não encontrei nenhum erro de digitação e essa capa é simplesmente MARAVILHOSA. Fiquei bem impressionada por ser uma publicação independente.


Recomendo a leitura para todos aqueles que estão em busca de um bom livro nacional ou que apreciem uma fantasia com muita ação, protagonista Girl Power com muita personalidade e uma história bem construída.

 

"São nas despedidas que o coração é mais sincero. Ele dói na medida do seu amor, e você percebe o quanto a pessoa é importante."

 

Título: Meg Anjou

Autor: Carolina Maria

Editora: Independente

Páginas: 298

Avaliação: ★★★★,5

Clique aqui para comprar o livro!